terça-feira, 5 de março de 2013

Meu último trabalho como Educador

Bom! Vou fugir um pouco da minha essência textual e vou relatar os fatos de uma maneira descontraída. Se vou conseguir, não sei... mas vou tentar...

Tudo começou em meados de agosto / 2012, quando eu, Thiago de Meira Rezende, estava cursando Técnico em Mineração, e Alessandra Carmo, Diretora do Curso / CENTEP, ambos ex-funcionários da Escola Municipal "Dom Helvécio", em uma conversa com Érika Cibele Mendes, professora e funcionária da Votorantim Metais / CBA, sobre a ideia da empresa onde a mesma trabalha doar uniforme escolar para os alunos. A ideia foi amadurecendo, no decorrer foram realizados diversos contatos, ora por e-mail ora por telefone ora pessoalmente mesmo... rsrsrs... Num é mesmo Alessandra? Num é Érika? Telefone tocou na escola e quem era? Era a Érika, lógico! Celular tocou, era a Érika. Abrindo o e-mail, recado da Érika... rsrsrsrs... Mas Érika, pode continuar ligando e enviando e-mail, pois estou sentindo falta... rsrsrsrs...
Enfim, e com a ajuda dos funcionários da escola, professores e da diretora Silmane Mázala, e dos funcionários da CBA, representada pela Inês Guimarães,  nasceu o Programa de Voluntariado que visa arrecadar verba em benefício de uma instituição. E nem precisa dizer qual foi a escolhida, né? Mas vou dizer: foi a Escola Municipal "Dom Helvécio". Uhulll!!!!
Então vamos lá:

O evento tão esperado e aguardado quase não aconteceu este ano, pois foi no limite do ano letivo... rsrsrsrs... Na escola, três dias antes comunicamos aos alunos sobre o evento. A empolgação dos mesmos era geral. Quer saber o dia? Será que conto? Suspense... ocorreu exatamente no penúltimo dia. Ah! vou contar: dia 14 / 12 / 12. Uma data histórica que marcará a vida escolar de cada aluno.
Marcamos a festividade para as 9h00 da manhã, mas os alunos começaram a chegar as 7h00 da manhã. Todos ansiosos, é claro! Os alunos apareceram em número expressivo, devido ao término letivo e, inclusive, o tempo ajudou e muito, pois não choveu. Se tivesse chovido na noite anterior ou no dia, não iria aparecer ninguém... Só quem sabe, entende do que estou falando... hehehehe!!!  Mas graças a Deus não choveu... e tudo ocorreu dentro do programado.
 No primeiro momento os alunos foram encaminhados à sala de Tv da escola para assistirem um filme que esqueci o nome... rsrsrsrs... em um telão montado pelo Tela Viva, parceira do Programa de Voluntariado.



Logo em seguida a surpresa continuou, pois foram realizadas diversas atividades educativas com os alunos...










... além de muita pipoca, muito algodão doce, muito refrigerante...


... animação... descontração... euforia... alegria... palavras que traduzem minuciosamente todos os detalhes, gestos, expressões...


... e por fim... a entrega das camisas junto com um brinde surpresa...


Agradeço a todos que direta e indiretamente participaram com empenho, esforço e dedicação do Programa de Voluntariado, promovido pela Votorantim Metais / CBA, em parceria com o Tela Viva, com o intuito de transformá-lo em realidade e, consequentemente, por ter escolhido a Escola Municipal "Dom Helvécio"  e  por ter feito a alegria de muitos alunos que saíram da escola com um brilho irradiante nos olhos. Muito Obrigado!
Despeço deste blog - http://escolamunicipaldomhelvecio.blogspot.com, com esta matéria inesquecível... The End!
Thiago de Meira Rezende

domingo, 15 de julho de 2012

Curso Intel Educar

Aconteceu na Escola Municipal Ninho da Águia entre os dias 07/11, 08/11, 18/11, 21/11 e 22/11, o Curso Intel Educar oferecido pela Secretaria Municipal de Educação de Miraí em parceria com o Instituto Votorantim.
O curso foi ministrado pelos mediadores Conceição Morito, da Escola Municipal Ninho da Águia, e Thiago de Meira Rezende, da Escola Municipal Dom Helvécio. Esse projeto visa melhorar a eficácia dos professores por meio do desenvolvimento profissional, ajudando-os a integrar tecnologia em suas aulas com a metodologia de aprendizagem baseada em projetos. Os seus alunos são incentivados a buscar a resolução de problemas por meio do pensamento crítico, além de desenvolver suas habilidades de trabalho em grupo e outras habilidades do século XXI. Com mais de 7 milhões de professores treinados em mais de 60 países, a Intel Educar é o programa de maior sucesso nesse tipo de iniciativa.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Memorial de Leitura

Ler é mergulhar profundamente em um oceano repleto de letras que nos levam diretamente a um mundo letrado sem fim... ora viajando através do real ora viajando através do fictício. Mas o que falar sobre a leitura? Complicado, não acha?
Quando olho para trás, não consigo lembrar o momento exato do meu primeiro contato com esse universo encantador. A única lembrança que me vem à mente é que quando eu comecei a estudar, adorava "ler" gibis. Mesmo não sabendo ler, pois apenas estava começando a colocar no papel os primeiros rabiscos, ficava só observando atentamente todas as ilustrações coloridas que faziam parte desse livro mágico e fascinante. Com a aquisição da alfabetização passei a participar intensamente dessas histórias de uma forma única e indescritível. Descobri as palavras, ou melhor, o sentido da vida. Esse tipo de leitura marcou toda a minha infância, inclusive os personagens inesquecíveis que rodeiam o mundo dos quadrinhos. Quem não sonhava em ser um dos heróis?
Mais tarde, já no ginásio, nos anos finais do Ensino Fundamental, passei a ter contato com os mais diversos tipos de escritas, não por opção, por obrigação de leitura escolar, mas que realmente era um prazer ler aquelas histórias magníficas. Esses livros eram recontados, na maioria das vezes, através de encenação. Estou falando da coleção "Vaga-lume", em especial o famoso "Escaravelho do Diabo", de Lúcia Machado de Almeida. Um livro marcante e inesquecível, cheio de mistérios. Cito também: Sozinha no Mundo e o Mistério do Cinco estrelas, ambos de Marcos Rey, Menino de Asas, de Homero Homem, dentre outros. São excelentes autores que criaram histórias maravilhosas com personagens que povoaram a nossa imaginação, envolvidos nas mais diversas situações de perigo, suspense e ação. Todos os livros vinham acompanhados de um folheto, no melhor estilo de interpretação de texto formulado de maneira criativa e muito interessante. São livros que colaboraram no desenvolvimento da minha paixão pela leitura.
Quando cursei o Ensino Médio eu deparei com alguns livros que a princípio não entendia direito, todavia, com o passar do tempo tornaram-se "livros de estimação", registro em especial algumas obras como A Moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo, O Guarani, Iracema e Senhora, de José de Alencar, O Cortiço, de Aluísio Azevedo e Dom Casmurro, de Machado de Assis. 
Foi esse interesse pelos livros e na tentativa de conhecer a fundo o poder das palavras que me levou para o curso de Letras, objetivo concretizado no ano de 2003. No ano seguinte a realização de outro sonho a pós-graduação em Língua Portuguesa e LiteraturaAtravés do envolvimento com a leitura pude perceber que ela é um mistério cheio de enigmas que nos sugam suavemente para dentro das palavras e, que aos poucos, nos transformam em um ser capaz de decifrá-la minuciosamente todos os seus significados, permitindo assim, uma sensação de poder perante tantas escritas. Hoje sinto-me realizado por viver em mundo letrado capaz de nos levar a lugares que jamais poderíamos ir com as nossas próprias pernas... 
...e com essa vontade em aprender e adquirir conhecimentos novos e surpreendentes, concluí em setembro / 2012 o curso Técnico em Mineração, uma área, envolvente e dinâmica, repleta de mistérios.... 
...e atualmente, estou cursando Administração... um novo desafio que irei vencer,  planejando metas, superando obstáculos, alcançando resultados... um profissional Inovador, criativo e dinâmico que estará preparado para enfrentar os desafios de uma carreira de sucesso.

domingo, 13 de dezembro de 2009

A Conquista do Sucesso

Todo curso de aperfeiçoamento que realizo é relevante para o meu crescimento pessoal e profissional. O Gestar II proporcionou-me momentos de reflexão sobre a construção do conhecimento e de uma nova prática de ensino, contribuindo para uma prática pedagógica motivadora em busca de melhores resultados.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Projeto de Leitura: Gincana do Conhecimento

Trabalho elaborado pelo professor Thiago de Meira Rezende.

Gêneros Textuais
Foram distribuídos para os alunos vários gêneros textuais: Piada, Música, Poesia, Jogo dos 7 erros, Palavras Cruzadas, Caça Palavras, Notícia de Jornal, Fábula, Conto, Entrevista, Carta, Tira, Receita Culinária, Propaganda, Charge, Bula de Remédio, Manual de Instrução, Biografia, Simpatia e Provérbio com os respectivos nomes escritos em pequenas tiras de papel. O objetivo desta atividade é colocar as tiras ao lado de cada gênero textual correspondente.
Jogo do Dicionário
Foram distribuídos para os alunos diversos verbetes, envolvendo dois universos básicos como Futebol e Escola, com as suas respectivas acepções. Sendo que os mesmos estavam todos embaralhados. O objetivo desta atividade é encontrar as acepções correspondentes a cada um dos verbetes.

Placas de Trânsito
Foram distribuídos para os alunos vários tipos de placas de regulamentação com os seus respectivos significados. Sendo que os mesmos estavam todos embaralhados. O objetivo desta atividade é colar os significados ao lado de cada placa correspondente.
Produção Textual
Os alunos receberam uma pequena produção com algumas palavras faltando. Sendo que as mesmas estavam escritas em tiras de papel. O objetivo desta atividade é encaixá-las dentro do texto dando sentido harmonioso para o mesmo.

Ditado Musical
Distribuir a letra de uma música não muito conhecida pelos alunos com algumas letras faltando. Deixar a canção tocar e cada um completa seu texto prestando muita atenção no que vai ouvir.

Quem Sabe Canta!
Parar a música em determinado ponto e deixar que alguém continue a cantá-la.

Colocar a Letra em Ordem
Foram distribuídos para os alunos uma música com os versos misturados. Ao ouvir a letra eles deverão colocá-la em ordem. Depois é só conferir o resultado através de leitura ou canto.

Quem é o Intérprete?
Material: um CD de áudio gravado com trechos de músicas de diversos gêneros ( 30 ou 40 segundos de cada música ); folha de papel numerada de acordo com a quantidade de trechos que serão ouvidos, por exemplo, 1 a 20 ou 1 a 30.
Desenvolvimento: deixar o CD tocar e cada aluno ou cada grupo anota na sua folha o nome do intérprete que ouviu cantar. Depois de ouvir e anotar, os participantes trocam as folhas e conferem quem obteve mais acertos.

domingo, 1 de novembro de 2009

12º Encontro Gestar II - 29 / 10 / 09

A décima segunda oficina do Gestar II aconteceu na Escola Municipal Doutor Justino Pereira, em Miraí. Estudamos as Unidades 7 e 8 da TP2 - Análise Linguística e Análise Literária. Antes do início dos trabalhos, ouvimos a música Aquarela, de Toquinho e Vinícius de Moraes, para reflexão.

1º momento: Os professores cursistas relataram a experiência com os alunos acerca da lição de casa do avançando na prática.
Definindo nosso ponto de chegada
Unidade 7
1- Identificar a arte na vida cotidiana.
2- Indicar formas e características da arte.
3- Indicar as funções da arte.
Unidade 8
1- Identificar figuras na linguagem cotidiana.
2- Identificar as várias possibilidades da linguagem figurada no texto literário.
3- Identificar figuras do plano sonoro e sintático do texto.
2º momento: Os cursistas foram divididos em grupos. Cada grupo ficou responsável por escolher e estudar uma das seções das unidades 7 e 8 da TP2. Depois foi realizado uma discussão sobre a seção escolhida.
3º momento: Foi solicitado como tarefa de casa aplicar uma das sugestões do avançando na prática das Unidades 7 e 8.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

11º Encontro Gestar II - 22 / 10 / 09

A décima primeira oficina do Gestar II aconteceu na Escola Municipal Doutor João Batista de Resende, em Santana de Cataguases. Estudamos as Unidades 5 e 6 da TP2 - Análise Linguística e Análise Litarária.

Antes do início dos trabalhos, ouvimos a música Quando o sol bater na janela do teu quarto, de Renato Russo, para reflexão.


Quando o sol bater na janela do teu quarto
Lembra e vê que o caminho é um só.
Por que esperar se podemos começar tudo de novo
Agora mesmo
A humanidade é desumana
Mas ainda temos chance
O Sol nasce pra todos
Só não sabe quem não quer.
Quando o sol bater na janela do teu quarto
Lembra e vê que o caminho é um só.
Até bem pouco tempo atrás
Poderíamos mudar o mundo
Quem roubou nossa coragem?
Tudo é dor
E toda dor vem do desejo de não sentirmos dor.
Quando o sol bater na janela do teu quarto
Lembra e vê que o caminho é um só.

1º momento: Os professores cursistas relataram a experiência com os alunos acerca da lição de casa do avançando na prática.

2º momento: Discutimos a importância da Gramática e seus vários sentidos.

A Frase e sua organização

Definindo nosso ponto de chegada:

As discussões e atividades propostas:

1- Conceituar e identificar a frase;

2- Estabelecer a diferença entre frase, período e oração;

3- Identificar a pertinência das diferentes organizações da frase e do período em cada texto.

3º momento: Lemos e discutimos um trecho inicial do conto Parceria, de Stela Maris Rezende. Uma narrativa criada por bilhetes, escritos durante as aulas, por duas adolescentes. Seção 1, unidade 6, págs 46 e 47.

4º momento: Diversas atividades sobre Frase, Período e Oração foram realizadas.











4º momento: Foi solicitado como tarefa de casa aplicar uma das sugestões do avançando na prática das Unidades 5 e 6.


Momento Descontração: Professores felizes com o Gestar II!